segunda-feira, 1 de julho de 2019

Em jeito de balanço...


É do senso comum que é importante a memória! E guardar a memória das coisas, das pessoas e dos factos é um exercício a que não nos devemos furtar a bem da perpetuação da singularidade da vida de determinadas comunidades.
Estamos, nesta fase do ano letivo, a fazer um balanço das atividades da biblioteca escolar enquanto recurso privilegiado da aprendizagem e realçar o papel desta estrutura no edifício do Saber, que o Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho põe ao serviço da sua comunidade, de modo a que continue a ser uma referência na sua vida social, cultural e académica. Cremos que todas elas foram proveitosas e constituíram uma mais-valia para os nossos alunos.
Como fazendo parte da Rede de Bibliotecas Escolares, alguns anos de caminho foram já percorridos; uns com passadas certas e seguras outros com percalços inerentes à incerteza do próprio caminho e caminhar. Importa, com a consciência de que o caminho se faz caminhando, continuarmos a alargar horizontes, buscando a excelência, com o sentimento apurado de que, só com trabalho colaborativo, (em que cada um, à sua maneira e ritmo, contribua, ainda que com uma ínfima parcela, para a construção do bem comum, nesta instituição de todos), se conseguirão atingir patamares de satisfação de que todos se orgulharão!
Gostaríamos de desejar a toda a comunidade educativa umas excelentes férias, acompanhadas de boas leituras.
 A equipa da biblioteca,
 Elza Coelho
Otília Azevedo
Madalena Maia


terça-feira, 18 de junho de 2019

Escritores de S a XXL

The internet's contradictions

Throughout the years, the internet has been one of the most useful tools in our society. However, apart from all the good things it has to offer to people, it has a bad side too.
The internet was something made from the sacrifice and work of several genii. So, it was created to make our lives easier. It enriched our society’s knowledge and culture using its amazing capacity to share. It also permitted communication to faraway places and it helped people at school and at work as it is a good source of information.
On the other hand, the internet is responsible for unemployment and social problems such as: poverty, hunger and nervous breakdowns; it distracts teens and adults that become addicted. Due to that, it causes dehumanization, it isolates people and stops them from developing social skills.
The internet’s good and bad sides are still being debated but one thing is for sure, its positive influence always comes linked to its negative one.

Tomás Moutinho – 8º A


segunda-feira, 17 de junho de 2019

Escritores de S a XXL


A escrita criativa é uma excelente estratégia de promoção de competências. E a confirmá-lo está este excelente trabalho, cuja leitura nos delicia. Parabéns!

Construção de um texto a partir das palavras formadas com as letras S, C, A, O

Naquela tarde ventosa de inverno, Francisco Coas parou no meio da multidão para analisar um suspeito saco de plástico que estava num banco do jardim central da Avenida dos Aliados.
Pensativo, Coas deixou-se levar pela sua imaginação e nem o caos do trânsito abalou os seus pensamentos. Acreditando que era um caso de polícia (o saco podia ter uma bomba), prontificava-se a pegar no telemóvel quando, subitamente, foi interrompido por uma soca velha que fora atirada por um sem-abrigo.
Este estava nitidamente aborrecido e a pronunciar palavras soltas, ocas e sem sentido, confessando, às tantas, possuir um imenso asco por pessoas que se atreviam a roubar o que não lhes pertencia.
Abalado, Francisco dirigiu-se para a paragem do autocarro, rumo a casa, lamentando-se por ter fantasiado em excesso. Verificou, entretanto, que o pequeno bolso do seu casaco estava descosido e exclamou: “Talvez o cosa com linhas coloridas! Aqui, não será perigoso fantasiar!”.

Tomás Moutinho, nº 22 –8ºA

Entrega de Prémios

Decorreu na biblioteca a cerimónia de entrega dos prémios, pelo grupo disciplinar de História, aos melhores classificados nas várias categorias das Olimpíadas de História, do concurso "Torres e Igrejas" e do projeto "E o Porto aqui tão perto...". Parabéns a todos os alunos que participaram nestas iniciativas, que muito contribuem para a formação do tão desejado perfil de competências do aluno.

Olimpíadas de História
Santiago - 6º F e Luís Henrique - 6º C

Simão Vilela e Salvador Pimenta - 9º E


Torres e Igrejas
Mafalda Oliveira - 5º D e Mafalda Pacheco - 5º C



E o Porto aqui tão perto
Simão Vilela, Salvador Pimenta e Tomás Teixeira - 9º E

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Escritores de S a XXL


Poema construído com as palavras formadas a partir das letras O,T,P,A,R

Eu irei escolher,
eu irei optar
um prato sujo
ou um prato por limpar?

Quando abri a porta
comecei a topar
que aquele trapo preto
era o que o estava a sujar.

Fiquei tão admirado
que decidi viajar,
ia para a tropa,
para aprender a limpar.

Um rapto ou um parto
uma coisa tinha de escolher
eu sei que é difícil
mas claro, tinha de ser.



Gonçalo Sousa nº 6   turma 8ºA

Escritores de S a XXL


Criatividade, talento, motivação e esforço de realização, ingredientes quanto baste para a atividade de escrita. E assim nascem os poetas... Parabéns!

O Jogo

A roda forma-se,
o capitão avança ,
o abraço surge 
e ouve-se o grito de confiança.

Inicia-se o jogo,
a bola rola
e teima em não entrar
e a partida quase a terminar!

De súbito, alguém é puxado pela camisola,
o treinador incita:
- É falta, é falta!
O público grita:
- Apita, apita!

O jogo está parado,
a equipa a conversar,
o treinador reforça a confiança
há penalti para marcar.

O jogador acaricia a bola 
confiante que ela vai entrar. 
o silêncio instala-se,
Golooo! É hora de comemorar.

Abraços e gritos da rapaziada.
o árbitro pega no apito 
e dá a partida por terminada.


Gonçalo Sousa nº 6 turma 8ºA

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Concurso "Conta-nos uma história"

A Escola EB1/JI da Guarda, representada pela professora Idalina Silva e pela equipa  "Abobrinhas", participou na 10ª edição deste concurso, no formato áudio, com o conto " Mestre Grilo cantava e a Giganta dormia". Obrigada pelo excelente contributo. E para dar voz às vozes dos alunos, basta clicar em
 Mestre Grilo cantava e a Giganta dormia


Concurso "Conta-nos uma história"

A professora Idalina Silva e a equipa "Lobinhos da Guarda" estão de parabéns pela excelente participação no concurso, na modalidade vídeo, com a história "Corre, corre, cabacinha".
Para acederem ao vídeo, basta cicar em    Corre, corre, cabacinha
Bem hajam.

terça-feira, 11 de junho de 2019

Escritores de S a XXL

Ao longo do ano letivo, algumas das produções escritas aqui ficaram registadas..
Obrigada aos alunos e professores pelo excelente contributo.

O preconceito de género

            Atos que desprezam, desqualificam, desautorizam e violentam as mulheres, tomadas como seres de menor prestígio social, são denominados os preconceitos de género.
No meu ponto de vista, o preconceito não é só a nível de género, mas também relativamente à religião, à etnia, à raça, etc. Este pode não ser propositado, mas mesmo assim existe. E está tão enraizado que acredito que serão necessárias mudanças muito fortes para podermos ter uma alteração visível. O género tem sido alvo de críticas constantes, pois mesmo após várias alterações revolucionárias como a implementação de leis de equidade de género que têm a ver com o salário auferido pelos homens e pelas mulheres e a ascensão igualitária a cargos de poder, o machismo continua a figurar na mentalidade da nossa sociedade. Desde cedo somos influenciados para seguir um determinado padrão estabelecido, de acordo com uma mentalidade ultrapassada, gerida por indivíduos que acreditam que existe um código colorimétrico para cada género.
Concluo que, apesar das mudanças implementadas na nossa sociedade, estas são mais teóricas do que de aplicação prática.

Sara Senra, nº 18 – 8º A

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Exposições

A biblioteca tem acolhido as exposições de trabalhos realizados pelos alunos, no âmbito das várias disciplinas do currículo.
Parabéns a todos os intervenientes.

Educação Tecnológica: Movimento e Estruturas







História: Monumentos





sábado, 1 de junho de 2019

Dia da Criança

A todas as crianças desejamos um dia feliz!

Como cuidar de um jardim…
Como folhear um livro…
Como amar um filho…
Cuidadosamente, avidamente, desmesuradamente!
Jasmim,
Poesia,
Rapaz ou rapariga!
Na vida de todos nós o milagre…
Das flores,
Dos livros,
Das CRIANÇAS!

Otília de Azevedo
1 de junho de 2019

terça-feira, 28 de maio de 2019

Escritores de S a XXL

Mais uma excelente reflexão, a propósito de um tema tão pertinente.
Parabéns!

Dever-se-á educar as raparigas de forma diferente dos rapazes?

As divergências de direitos práticos atribuídos a homens e mulheres são hoje, cada vez mais, camufladas. Desde o pós-guerra que a Mulher, de um modo geral, se tem vindo a emancipar, adquirindo uma gradual representação nos cargos até então ocupados exclusivamente por Homens. Não obstante, é necessário estar mais atento para perceber que a questão hoje reside não na legislação, mas na mentalidade da própria sociedade. A segregação social, sobretudo em termos raciais e de género continua a ser constante. É certo que os Homens começam a dividir a responsabilidade das lidas domésticas, mas este é um fenómeno recente.

                Quem devemos responsabilizar? Bem, os preconceitos que impregnam a “sociedade patriarcal burguesa” que predominam na Civilização Ocidental poderão ser o maior fator. Porém, onde é que as mulheres se tornaram empoderadas, independentes do pai, do irmão ou do marido? Nas democracias ocidentais, não no Oriente. Por outro lado, quantas sociedades matriarcais prosperaram ao longo da História? Poucas, e a remanescente memória de tais culturas era em pouco tempo apagada por invasores brutais, símbolo de “masculinidade opressora”.

A questão é que determinados preconceitos e limitações impostos à Mulher são perpetuados com o ensino do que é ou não é certo para cada um dos géneros. Deste modo, deveria dar-se mais alguma relevância ao papel de algumas Mulheres, de personalidade singular, no ensino da História, por exemplo. Tal poderá consciencializar os alunos e levá-los a pensar que o mundo em que vivem não foi exclusivamente feito por Homens!

 João Marques, nº 13, 8º B 

Concurso Supertmatik

Top 10

Parabéns a todos os alunos que participaram nesta iniciativa e, em particular, aos que representaram a escola na grande final online:

Lara Ascensão Ferreira, 5º B - 2º lugar

Miguel Moreira Pais, 8º B - 2º lugar

Ana Sofia Silva, 9º A - 4º lugar

Gonçalo Pereira Teixeira, 8º B - 9º lugar

domingo, 19 de maio de 2019

Uma viagem pelo cérebro leitor

Uma reflexão sobre o comportamento leitor a partir de dados provindos das neurociências, foi um excelente pretexto para o encontro com a Drª Teresa Silveira. O público presente assistiu a uma comunicação cativante, que proporcionou momentos de debate muito pertinentes. No final, todos saíram mais ricos...em conhecimento! Bem hajam.





quarta-feira, 15 de maio de 2019

Palestra com... Drª Teresa Silveira

 Convite à comunidade educativa

Uma viagem à compreensão do comportamento leitor, recorrendo a dados da neurociência - é o mote para um encontro com a Drª Teresa Silveira, na  Escola Dr. Vieira de Carvalho, na próxima sexta-feira, dia 17, às 21.00 horas.
Uma palestra a não perder! Contamos convosco.

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Teatro "Os Piratas"

A Companhia de Teatro "Caixa de Palco" apresentou a peça "Os Piratas", para os alunos do 6º ano, contribuindo desta forma para uma aprendizagem prazerosa da obra do autor Manuel António Pina.






Teatro "O Príncipe Nabo"

Os alunos do 5º ano assistiram à peça "O Príncipe Nabo", apresentada pela Companhia de Teatro AtrapalhArte. Esta atividade, realizada em articulação com o grupo de português, trouxe muitos momentos de humor e diversão, mas fundamentalmente foi um instrumento potenciador de aprendizagem e um reforço para a leitura e compreensão da obra.




quinta-feira, 11 de abril de 2019

Ainda o Concurso Faça Lá um Poema

A escola participou na iniciativa promovida pelo PNL -  "Faça Lá um Poema", concurso que visa incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia.
Divulgamos hoje o poema da autoria da aluna Alexandra Fernandes , do 12º C.






domingo, 7 de abril de 2019

Dia Internacional do Livro Infantil



O Dia Internacional do Livro Infantil assinala, a 2 de abril, a data do nascimento de Hans Christian Andersen, poeta e escritor dinamarquês. O prémio Hans Christian Andersen pretende reconhecer escritores e ilustradores vivos, cuja obra constitui uma contribuição significativa para a literatura infanto-juvenil e consiste num diploma e numa medalha de ouro entregues pela rainha Margarida II da Dinamarca, patrona do prémio.